terça-feira, 10 de março de 2009

O problema era Felipão...

...ou os jogadores? Fato é que desde a saída do técnico brasileiro Luis Felipe Scolari, o Chelsea não perdeu mais, sequer empatou, são 6 vitórias seguidas, incluindo o 1 a 0 sobre a Juventus, pelo jogo de ida das oitavas-de-final da Copa dos Campeões.

Hoje à tarde, o Chelsea, agora de Guus Hiddink, tem a chance de provar que o problema era mesmo o técnico brasileiro. Se passar pela Juve, o time londrino ganha moral e segue em busca dá tão sonhada conquista continental.

É verdade que existiam as barreiras da língua, mas questionar a capacidade, digamos, futebolística de Felipão não é justo. Eu assisti alguns jogos dos Blues sobre o comando do brasileiro, e a verdade é que muitos jogadores não se empenhavam tanto quanto deveriam. O principal deles era Drogba, que se mostrava mais afim de se transferir do que jogar.

Big Phill negou depois que alguma sabotagem possa ter surgido durante sua passagem no time inglês, mas afirma que com tempo mostraria seu valor.

Bom, sei que fiquei bem contente com a saída do Felipão. Gosto muito dele, mas não consigo torcer para o Chelsea. Time sem história e verdadeiramente de aluguel. Até o meu gloriosíssimo Newcastle tem mais títulos ingleses que eles. La vecchia signora vai te vingar Scolari!

3 comentários:

Toninho disse...

mas daqui a pouco o Felipão vai estar empregado Obede. A Portuguesa vai contratá-lo.

Toninho disse...

Desculpa a brincadeira. Belo post Obede, também acho o Chelsea um time inexpressivo.

João de Andrade Neto disse...

Bom, a Juve não conseguiu vingar o Felipão e o Chelsea passou de fase.

Parece que o corpo mole dos jogadores era realmente o grande problema do time inglês. Afinal, como disse Terry, ele gostava muito de Felipão. Além dele, uns dois ou três. De um grupo de 25, é muito pouco apoio.

Logo menos o Chelsea volta a não ganhar nada e o Felipão estará empregado em um time de verdade, com história e dinheiro limpo!