terça-feira, 30 de outubro de 2007

Começa hoje a Copa do Brasil das mulheres

Depois da repercussão do vice-campeonato mundial conquistado pelo Brasil na China, a CBF resolveu apostar em um torneio nacional para as mulheres. E, na tarde de hoje, em Maceió, começa a Copa do Brasil.

A competição terá 32 clubes das cinco regiões do país. Na partida de abertura, realizada no estádio Nelson Feijó, em Maceió, Cesmac/AL e Sport Recife entram em campo às 15h15 em busca de uma vaga nas oitavas de final.

Hoje a noite, mais sete jogos e amanhã as outras oito partidas que completam a rodada.

Das 21 jogadores que estiveram na campanha brasileira na China, apenas 11 disputarão a Copa do Brasil. Botucatu e Saad/MS, com cinco e quatro jogadoras, respectivamente, são as equipes com o maior número de representantes na Copa do Mundo.

O Santos, atual campeão paulista, não tem nenhuma atleta da Seleção, mas ousou ao tentar contratar a camisa 10 Marta, melhor jogadora de futebol da atualidade. As negociações não deram certo, pois a brasileira tem contrato com o Umea, da Suécia, que disputa a Copa da Uefa.


A Copa do Brasil terá duração de 41 dias. As primeiras fases serão realizadas no Norte e no Nordeste, enquanto as fases finais, com apenas oito times, estão marcadas para Brasília. A grande decisão será no dia 9 de dezembro, uma semana após o término do Brasileirão.

sábado, 27 de outubro de 2007

Eleição do Brasileirão: Melhor quarto zagueiro!

Com 51% dos votos, o palmeirense Gustavo foi escolhido como o melhor Zagueiro Central do Brasileirão 2007. Agora chegou a hora de eleger o seu companheiro de zaga, o Quarto Zagueiro.

A disputa será muito equilibrada, já que os zagueiros tiveram muito destaque durante o torneio. Os cinco indicados são:

Dininho (Palmeiras): Ao lado de Gustavo, fez parte de um dos pontos fortes do Palmeiras na competição: a defesa. Ajudando na defesa e fazendo alguns gols importantes, Dininho ganhou a posição de titular absoluto na zaga palmeirense.



Juninho (Botafogo): Após ótimo começo com o time do Botafogo, o zagueiro Juninho ganhou status de líder e de jogador fundamental para o time carioca. Fazendo gols de falta e desarmando os adversários, Juninho ganhou destaque e deve deixar o time no final do ano.



Miranda (São Paulo): A responsabilidade era grande, afinal, substituir o ídolo são-paulino Diego Lugano seria uma tarefa difícil. Mas Miranda aos poucos mostrou o seu futebol, ganhou grande destaque e chegou à seleção. É considerado pela torcida são-paulina como peça fundamental no penta.



Thiago Silva (Fluminense): O jovem zagueiro do Fluminense foi o destaque defensivo da equipe carioca, que é a segunda menos vazada do Brasileirão. O jogador é um dos líderes no quesito 'desarmes' no campeonato, é muito elogiado e já tem seu nome cotado para a seleção.



William (Grêmio): Depois da ótima campanha na Libertadores, o Grêmio conseguiu recuperar-se no Brasileirão e o zagueiro William foi um dos importantes jogadores no sistema defensivo do tricolor gaúcho.




A votação vai até segunda-feira, dia 29 de Outubro!

sexta-feira, 26 de outubro de 2007

Timão na Terceira Divisão

O drama do corintiano é grande. Além de sofrer com a luta do time dentro de campo para fugir do rebaixamento, fora dele, ainda é vítima dos torcedores rivais que estão aproveitando a péssima fase do time do Parque São Jorge para tripudiar.

A mais nova descoberta dos gozadores de plantão está no site dos Correios. Na busca de CEP, é só escolher o estado de São Paulo, cidade de São Paulo, selecionar Rua e digitar Timão.

O resultado será esse aí da foto acima. Rua Timão, bairro TERCEIRA DIVISÃO!

É de se desconfiar, mas, por se tratar do site oficial dos Correios, não tem armação.

Se não acredita, tente você mesmo! É só clicar AQUI.

Não sei se vou ou se fico...

...não sei se fico ou se vou. E agora, Thiago Neves? A história parece enredo de novela mexicana, se bem que as novelas brasileiras estão tão ruins quanto, envolve mentiras, choros, segredos, intrigas e interesses, 3 clubes, empresários, um jogador.

O jogador é um dos melhores meias do Brasileirão, e certamente será escolhido como reveleção do campeonato. Com olhos do exterior e de vários clubes do Brasil, Thiago Neves (foto), que tinha contrato com o Fluminense até 31 de Dezembro de 2007, é a peça central nessa dramaturgia futebolística.

Como a renovação não era acertada, já que o jogador pedia muito e o Flu não cedia, o meia foi posto na geladeira, mesmo sendo destaque do time. A atitude foi considerada como uma pressão ao jogador, que para voltar a jogar, assinou a renovação com o time das Laranjeiras até 2010. Até aí, tudo estava normal, até que...

Depois da assinatura do novo contrato, rolaram boatos de Thiago Neves teria acertado um pré-contrato com o Palmeiras, ou seja, assim que terminasse seu contrato atual, ele se apresentaria ao Parque Antárctica. No entanto, jogador, Fluminense e Palmeiras desmentiram tudo. O time paulista chegou a pronunciar que não tinha interesse no jogador. Mas...

Ontem, a história ganhou mais um capítulo. O diário esportivo Lance! divulgou o contrato, que não existia, que garantia que Thiago Neves se apresentaria ao Verdão dia 18 de Janeiro, e teria recebido um adiantamento de R$ 400 mil. O contrato tem até assinatura do Thiago Neves, que havia negado assinar qualquer coisa. Já dizia o 'velho deitado' , mentira tem perna curta!

A diretoria do Palmeiras agora abriu o jogo. Disse que foi procurada pelo jogador e pelo empresário e assinou o contrato com o meia, segundo as regras da Lei Pelé (no Championship Manager se chama Lei Bosman! O.o), que permite a assinatura de contrato com um jogador 6 meses antes que seu contrato em vigor termine, no dia 18 de Agosto, semana em que Thiago Neves veio à São Paulo e chegou a ouvir reclamações da direção carioca.

Nisso, um terceiro clube entrou na história, o Paraná, que tem vínculo com o jogador. Para assinar com o Verdão, Thiago Neves até pediu rescisão contratual com os paranistas, já que seu vínculo com o clube paranaense vai até 2009. Ou seja, Neves sabia o que estava fazendo.

A pergunta que fica é: porque diabos ele assinou outro contrato com o Fluminense? É isso que os cartolas palestrinos querem saber. Como a multa rescisória é alta, os palmeirenses estão confiantes que Thiago Neves vestirá o manto verde na temporada de 2008. A história tem outros detalhes, meramente contratuais, mas a grande questão é o que dará esse imbróglio, uma vez que o próprio meia confirmou hoje que assinou esse contrato com o Palmeiras.

Na minha opinião, Palmeiras está na dele, não aliciou ninguém e nem descumpriu as regras contratuais da FIFA. O Fluminense também está na dele, assinou a renovação confiando na palavra do jogador. Quem está com problemas é o próprio Thiago, a não ser que ele se divida em dois e jogue em São Paulo e no Rio.

E para vocês, quem está certo nessa história? Para onde Thiago Neves deve ir?

Camisa dá sorte ao Verdão. Você acredita?

Em uma jogada de marketing, o Palmeiras lançou em agosto deste ano o terceiro uniforme, diferente da tradicional camisa na cor verde escura. O novo uniforme traz um verde fluorescente (foto), incomum ao uniforme do time.

A novidade chamou a atenção da torcida palmeirense que, na sua grande maioria, aprovou a nova camisa. Ela vende bastante e é facilmente encontrada pela cidade de São Paulo. Até aí, tudo normal. Não fosse pelo poder 'destinado' a ela.

Desde que estreou a camisa verde fluorescente, o Palmeiras não perdeu. Foram quatro jogos com o uniforme, com quatro vitória. E sem tomar nenhum gol. Por isso, a camisa estaria dando sorte ao Verdão.

Superstições à parte, as vitórias com o novo uniforme vieram junto com a reabilitação nas partidas em casa. O Palmeiras venceu o Goiás (2x0), o rival Corinthians (1x0), o Grêmio (2x0) e o Paraná (3x0). E como em time que está ganhando não se mexe, a camisa deve continuar acompanhando o Verdão nas partidas em casa.

O uniforme já ganhou muitos apelidos, como Porco Elétrico, Limão Mecânico (em referência à Laranja Mecânica), Abacate Atômico, Canetinha Marca-Texto, entre outros. Mas a verdade é que a fase é muito boa nos lados do Palestra Itália.

quinta-feira, 25 de outubro de 2007

Rogério Ceni concorre a outro prêmio internacional

O goleiro Rogério Ceni, do São Paulo, continua com a moral alta no futebol internacional. Após ser o único atleta da América do Sul a estar na lista de candidatos ao prêmio da revista francesa 'France Football', o arqueiro teve o nome incluso em outra lista.
A IFFHS (Federação Internacional de Futebol - História e Estatística) iniciou uma votação em seu site, escolhendo qual é o jogador mais conhecido do mundo. Rogério Ceni é um dos cinco atletas brasileiros indicados, único que atua no futebol nacional.
Além do goleiro-artilheiro do tricolor, Kaká e Ronaldo (Milan), Ronaldinho Gaúcho (Barcelona) e Robinho (Real Madrid) estão na lista. Outras estrelas do futebol mundial, como Cristiano Ronaldo (Manchester United) e Zlatan Ibrahimovic (Internazionale) também estão na relação de craques.
Nesta lista, porém, Rogério Ceni tem a companhia de Martin Palermo, do Boca Juniors, como representantes da América do Sul.
A grande diferença desta eleição para a da 'France Football' é que o público é quem vai escolher o jogador mais conhecido, através de voto no site da instituição.
O nome do atleta escolhido será divulgado apenas em janeiro de 2008, mas o site divulgará parciais da votação em novembro e dezembro deste ano.
Para votar, CLIQUE AQUI !

quarta-feira, 24 de outubro de 2007

Eleição do Brasileirão: Melhor zagueiro central!

Com a maioria dos votos (40%), o lateral-direito Leonardo Moura, do Flamengo, foi eleito o melhor jogador da posição no Campeonato Brasileiro.

Agora iniciamos a escolha dos zagueiros da Seleção do torneio. Começamos pela escolha do Zagueiro Central. Os cinco nomes mais comentados são:


Breno (São Paulo): O zagueiro do tricolor paulista, tido como uma das revelações do campeonato, faz parte da defesa menos vazada do Brasileirão. Jogando na sobra, terminando o serviço feito por Alex Silva e Miranda, o jovem Breno, de apenas 17 anos, jogou como se fosse um veterano e ganhou muitos elogios de técnicos e jogadores.


Chicão (Figueirense): Após a brilhante campanha do Figueirense na Copa do Brasil, coroada com o vice-campeonato, restou ao time de Florianópolis fazer uma boa campanha no Brasileirão. A colocação não é tão boa e o Figueira teve altos e baixos, mas Chicão foi o grande destaque da zaga. Além do bom rendimento nos desarmes, Chicão foi autor de oito gols no Brasileiro.


Fábio Luciano (Flamengo): Contratação badalada do rubro-negro carioca, Fábio Luciano chegou e acertou a defesa do Flamengo. Experiente e com um tempo de bola invejável, o zagueiro fez dois gols importantes e tem ajudado o time carioca na grande recuperação no campeonato.



Gustavo (Palmeiras): Na ótima campanha palmeirense, a zaga teve papel importante. Gustavo foi um dos responsáveis pela boa fase da defesa do Verdão. Seguro e com ótimos desarmes, ficou muitos jogos sem tomar cartão amarelo e tornou-se titular absoluta da zaga alvi-verde.



Índio (Internacional): O zagueiro, campeão da Libertadores e do Mundo com o próprio Inter, foi figura importante da irregular campanha do Colorado neste ano. Bom no jogo aéreo e com grande velocidade, Índio ajudou seu time a melhorar o mau começo do Brasileiro.


Quem é o melhor zagueiro central do Brasileirão? Dê sua opinião.

terça-feira, 23 de outubro de 2007

Missão quase impossível

Faltam somente seis rodadas para o fim do Campeonato Brasileiro e o Corinthians continua na zona de rebaixamento. A equipe está no 17º lugar com 38 pontos, logo abaixo estão Paraná com 24, Juventude com 31 e América-RN com 16. Acima estão Goiás com 41, Sport, Náutico e Atlético-MG com 43.

Para os matemáticos, o Timão precisa de quatro vitórias nestas seis partidas para chegar aos 50 pontos e ficar praticamente livre da queda para a Série B. E nessas últimas rodadas, a equipe depende também do número de vitórias. Em caso de igualdade na pontuação este é o primeiro critério para desempate. O Goiás, lopor exemplo, possui três a mais.

As últimas partidas do Corinthians serão contra Figueirense (casa), Flamengo (fora), Atlético-PR (casa), Goiás (fora), Vasco (casa) e Grêmio (fora). Destes seis, quatro estão na briga contra o rebaixamento: Figueirense, Atlético-PR, Goiás e Vasco.

Para livrar-se da queda iminente o Corinthians precisaria, e muito, mudar de atitude. Já que nas últimas seis rodadas a equipe acumula apenas uma vitória, dois empates e três derrotas. E além de todas as mudanças na diretoria, que precisa arrumar toda a bagunça deixada pela era Alberto Dualib, o time precisa se superar com um elenco fraquíssimo tecnicamente. Façam suas apostas. Em 2008 veremos o Corinthians na série B ?

segunda-feira, 22 de outubro de 2007

Com vaga assegurada na Libertadores, Flu sonha com esquadrão para 2008

O Fluminense é o atual campeão da Copa do Brasil. Com isso, não tem mais nenhum interesse no Brasileirão, já que, com a fórmula de pontos corridos, o campeão já está decidido e a vaga na Libertadores, sonho de muitos clubes, já está assegurada.

O momento agora é de pensar em 2008, um ano promissor para os tricolores. Depois de renovar o contrato do craque do time, Thiago Neves, a diretoria já estuda alguns nomes para reforçar o plantel do time das Laranjeiras.

E quem pensa que os reforços serão apenas para montar um elenco competitivo está muito enganado. O Flu quer um verdadeiro esquadrão para conquistar a competição mais importante do continente.

O sonho do presidente Roberto Horcades é trazer o argentino Juan Román Riquelme(foto), tricampeão da Libertadores pelo Boca e, segundo o dirigente, a cara da competição.

Apesar de continuar sendo convocado pelo técnico Alfio Basile nas Eliminatórias, Riquelme está encostado no Villareal, da Espanha. O presidente do clube já fala até em pagar um salário de R$ 800 mil por mês para que o craque vista a camisa verde, branca e grená.

Para o ataque, o Tricolor também promete investir pesado. O "Artilheiro dos gols bonitos", Dodô, que já disse que não fica no Botafogo na próxima temporada, pode pintar nas Laranjeiras caso não vá para o exterior.

Mas o nome mais falado no clube nas últimas semanas é o de Washington, o "Coração de Leão", que jogou na Ponte Preta, no Atlético/PR e chegou a ser convocado para a Seleção. Já existem sondagens e a proposta foi feita.

Caso não acerte com o jogador que atua no Japão, o Flu promete investir em Leandro Amaral, do Vasco, ou Alex Mineiro, do Atlético/PR.

É de se pensar que o Fluzão tenha ganho na Mega-Sena ou coisa parecida, porque não é possível que tanto dinheiro saia apenas das mensalidades pagas para o convênio médico que patrocina a equipe.

São Paulo volta a vencer em rodada caseira

Após três rodadas sem vencer, o líder e virtual campeão brasileiro, São Paulo bateu o Cruzeiro, ex-segundo lugar, por 1 a 0, no Morumbi. O gol dos paulistas foi marcado por Jorge Wagner (foto), após boa jogada de Diego Tardelli.

O primeiro tempo do Tricolor não foi dos melhores e o time mineiro parecia que conseguiria aumentar o número de partidas sem vitória do líder. Mas o São Paulo, em clima de decisão, e com apoio de mais de 60 mil torcedores, voltou melhor e disposto a mandar às cucuias qualquer possível má fase. Com o resultado, o Tricolor paulista pode ser campeão na próxima rodada, e com mais duas vitórias garante o penta.

A diferença para o segundo lugar é de 13 pontos. E o novo segundo colocado da competição é o Palmeiras, que venceu o Paraná no sábado, em casa, por 3 a 0, com 2 gols de Rodrigão e um de Valdívia. Para alcançar a vice-liderança, o Verdã contou com tropeços do próprio Cruzeiro e de Santos, que perdeu para o Figueirense em Floripa por 1 a 0, e de Grêmio, que foi batido pelo novo postulante à vaga da Libertadores, Flamengo, por 2 a 0, no Maracanã, com novo recorde de público, 63 mil pessoas.

A rodada foi totalmente caseira. Pela primeira vez, não houve empates e todos os mandantes saíram vencedores. No sábado, o Botafogo pôs fim ao jejum de vitórias e bateu o Sport por 3 a 1 no Engenhão. A nota triste ficou por conta da contusão de Luciano Almeida, que quebrou o tornozelo, num dos lances mais feios do campeonato. Também no sábado, o Goiás, em um dos jogos mais emocionantes do certame, bateu o Fluminense por 5 a 3, com três gols do lateral-ala-meia-atacante-e-se-precisar-goleiro Paulo Baier.

No domingo, a vida dos visitantes foi ainda mais complicada. Nenhum dos times que jogou fora de casa conseguiu anotar um tento sequer. Pior para Corinthians e Juventude, que com as derrotas sofridas, parecem caminhar definitivamente para a segunda divisão. O Timão perdeu para o Náutico no jogo dos aflitos, nos Aflitos (!), 1 a 0, de pênalti aos 43 do segundo tempo.

Já o time de Caxias do Sul, perdeu o clássico com o Internacional por 3 a 0 e é o novo virtual rebaixado, já que o América-RN está rebaixado matematicamente e futebolisticamente. O time de Natal foi até Curitiba no domingo, e perdeu para o Atlético-PR por 2 a 0, mantendo a pior campanha desde que os pontos corridos foram instituídos no Brasileirão. E saldo de -43 gols, como diria o Neto: É brincadeeeira!

O Atlético-MG recebeu o Vasco, em franca decadência, e venceu por 1 a 0. O time cruz-maltino que indicava que brigaria por uma vaga na Libertadores, agora luta para não cair. Após perder o jogo atrasado para o rival Flamengo, perdeu em Minas Gerais e parece que confirmará a sina dos times de Celso Roth, que começam bem e terminam mal, bem mal.

quinta-feira, 18 de outubro de 2007

Eleição do Brasileirão: Melhor lateral/ala direito!

Nossa primeira enquete foi emocionante, e no final, por diferença de um voto, o palmeirense Diego Cavalieri (40% dos votos) foi escolhido como o melhor goleiro do Campeonato Brasileiro.

Agora é a vez de escolhermos que foi o melhor Lateral/Ala-Direito da competição.

A Banca escolheu os laterais-direitos que mais ganharam destaque no Brasileirão 2007. Seguem os cinco nomes mais comentados para a posição. Votem!

Bustos (Grêmio): O jogador colombiano foi contratado pelo Grêmio após boa campanha pelo Cúcuta. Bustos assumiu a lateral gremista e ganhou destaque com sua qualidade pela bola parada, principalmente nas cobranças de falta.




Joílson (Botafogo): Com ótimo início com o Botafogo no Brasileiro, Joílson foi um dos poucos jogadores do time carioca que manteve as boas atuações e o bom futebol, mesmo quando o Fogão entrou em queda livre.




Leonardo Moura (Flamengo): O poder do Flamengo no Brasileirão veio pelos lados do campo. E pela direita o rubro-negro viu uma ótima campanha de Leonardo Moura. Com certeza um dos grandes nomes do time no campeonato.




Souza (São Paulo): O "falador" ala do São Paulo ganha muitos desafetos pelas suas declarações polêmicas. Mas dentro de campo, Souza mescla atuações brilhantes e outras medianas. Mesmo assim, contribuiu efetivamente na excelente campanha do atual líder.




Wágner Diniz (Vasco da Gama): O rápido lateral do Vasco foi um dos melhores jogadores da equipe na irregular campanha carioca no Brasileirão. Autor de dois gols e de muitos assistências, Wagner Diniz foi a solução vascaína nas jogadas pelos flancos.




A votação vai até domingo, dia 21 de Outubro!

Argentina larga na frente nas Eliminatórias

Após a 2ª rodada das Eliminatórios Sul-Americanas para Copa do Mundo de 2010, a Argentina foi única seleção que conseguiu vencer seus dois jogos.

Na primeira rodada, nossos hermanos bateram o Chile em casa por 2 a 0. Na última terça, comandados por Messi e companhia, repetiram o placar contra a Venezuela, dessa vez fora de casa.

O Brasil vem em segundo lugar, após empatar fora de casa com a Colômbia, num sofrível 0 a 0, e golear o Equador por 5 a 0, no Maraca. (Vide post abaixo!)

A terceira força da América do Sul é o Paraguai, que esteve presente nas últimas Copas. Após o empate sem gols com o Peru, fora de casa, o selecionado paraguaio bateu o Uruguai por 1 a 0, jogando em casa. A celeste, que havia goleado a fraca Bolívia por 5 a 0 em Montevidéu, com a derrota, figura na quarta posição, superando no saldo de gols o Chile, que venceu o Peru por 2 a 0 em Santiago, e a Venezuela, que conquistou importantes 3 pontos na primeira rodada, ao vencer o Equador por 1 a 0, em Quito.

Na parte debaixo da tabela, o Equador, que classificou para o Mundial de 2006 como terceira força, perdeu as duas partidas que fez e amarga a lanterna da competição. Logo a sua frente, vêm Bolívia e Peru, com um ponto cada em duas rodadas. A Colômbia é a 7ª colocada com dois empates, o segundo contra os bolivianos, 0 a 0 na altitude de La Paz.

Confira a classificação, lembrando que os 4 primeiros colocados se classificam para a Copa do Mundo de 2010 e o quinto disputa a repescagem com o representante da Oceania:

Times PG J V E D SG
Argentina 6 2 2 0 0 4
Brasil 4 2 1 1 0 5
Paraguai 4 2 1 1 0 1
Uruguai 3 2 1 0 1 4
Chile 3 2 1 0 1 0
Venezuela 3 2 1 0 1 -1
Colômbia 2 2 0 2 0 0
º8 Peru 1 2 0 1 1 -2
Bolívia 1 2 0 1 1 -5
10º Equador 0 2 0 0 2 -6

Show de bola!

Jogando um lindo futebol e apoiado por um Maracanã lotado, o Brasil goleou o Equador ontem por 5x0. Com grandes lances e com entrosamento entre Ronaldinho Gaúcho, Kaká (foto) e Robinho, a Seleção Brasileira não teve dificuldades para chegar à vitória.

Com um show vindo das arquibancadas, o primeiro gol não demorou a sair. Após já ter mandado uma bola na trave, Vágner Love aproveitou ótima jogada do lateral Maicon e abriu o placar. Depois do gol, a Seleção diminuiu o ritmo e chegou a ser vaiada pela exigente torcida carioca.

O Brasil também não iniciou bem o segundo tempo. As vaias ameaçaram recomeçar e o técnico Dunga já demonstrava preocupação com o resultado. Mas em um chute de longa distância de Kaká, desviado por Ronaldinho Gaúcho, a Seleção fez o segundo.

A partir daí, a partida foi outra. Com o resultado praticamente garantido, diante de um Equador abatido, começou o show brasileiro. O meia Kaká, que ganhou uma música da torcida carioca, chamando-o de melhor do mundo, fez um golaço. Recebeu na entrada da área e mandou no ângulo.

Após alguns gols perdidos, Vágner Love deixou o gramado, ouvindo irônicos gritos de Obina por parte da torcida, para a entrada do meia Elano. Mas quem deu um show à parte foi outro ex-santista: Robinho. O atacante do Real Madrid fez a jogada mais bonita do jogo.

Ele recebeu na ponta esquerda, pedalou e fintou De La Cruz. Na linha de fundo, marcado pelo mesmo jogador, deu outro drible, desta vez desconsertante, levando a torcida a loucura. Na seqüência da jogada, Elano colocou para dentro, para delírio de Robinho, que sambou, correu e comemorou muito a jogada e o gol.

A Seleção ainda conseguiu tempo para marcar o quinto, em outro chute de fora da área de Kaká, contando com a colaboração do goleiro equatoriano, que engoliu um frango.

Depois foi só tocar a bola, esperar o apito final e fazer com que a torcida carioca deixasse o Maracanã com a alma lavada, uma goleada incontestável e um belíssimo futebol.

quarta-feira, 17 de outubro de 2007

Brasil volta ao Maracanã pela primeira vitória nas Eliminatórias

O torcedor não aguentava mais esperar. Foram sete anos de distância e saudade dos cariocas. Mas essa ausência será recompensada hoje, às 21h45. O Brasil volta ao Maracanã para enfrentar o Equador, em jogo válido pela segunda rodada das Eliminatórias Sul-americanas da Copa do Mundo.

A última partida da Seleção no gramado do estádio mais charmoso do mundo foi realizada no dia 3 de setembro de 2000. A equipe era comandada pelo técnico Wanderley Luxemburgo (ainda com W e Y) e venceu a Bolívia por 5 a 0, com três gols de Romário.

Ronaldinho estava em campo naquela tarde chuvosa de domingo, mas não passava de um codjuvante. Era um menino magrelinho, com a cabeça raspada e o número 7 nas costas. Hoje, cabeludo, forte e dono incontestável da camisa 10, quer ser o protagonista da partida e da vitória da Seleção.

O craque do Barcelona é o único dos convocados por Dunga que já jogou no Maracanã com a camisa amarelinha.

O Equador, adversário da noite de hoje, perdeu na estréia para a Venezuela. Um placar pra lá de surpreendente, uma vez que os equatorianos jogaram em casa.

Para tentar vencer o Brasil, o técnico Luís Suarez faz mistério e realizou treinos secretos. O segredo do time mescla a juventude de Benitez, de 21 anos, com a experiência de Ivan Hurtado. Com 145 jogos, Hurtado é o jogador equatoriano que mais vezes vestiu a camisa da seleção. O defensor está a três jogos de igualar Cafu como o recordista mundial de jogos por um time nacional.

Que a festa no Maracanã seja bonita e que o Brasil consiga vencer e, acima de tudo, convencer o torcedor que anda desconfiado.

BRASIL
Júlio César; Maicon, Lúcio, Juan e Gilberto; Gilberto Silva, Mineiro, Kaká e Ronaldinho Gaúcho; Robinho e Vágner Love
Técnico: Dunga

EQUADOR
Viteri; De La Cruz, Ivan Hurtado, Spinoza e Bagui; Valencia, Mendez, Castillo e Ayovi; Benítez e Tenório
Técnico: Luís Suarez

Data: 17/10/2007 (quarta-feira)
Horário: 21h45 (horário de Brasília)
Local: estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Jorge Larrionda (Uruguai)

Auxiliares: Mauricio Espinoza e Edgardo Acosta (ambos do Uruguai)

Austríacos querem Áustria fora da Eurocopa

Todos sabem que um estádio cheio é uma força a mais para o time da casa. O apoio da torcida consegue fazer com o que os jogadores tirem forças de onde não têm para conseguirem a vitória.

A Eurocopa 2008 será na Áustria e na Suiça, continuando a mania de sedes duplas. As seleções da casa, na maioria das competições, tendem a ir melhor do que iriam se jogassem em outros países, e isso sem dúvida acontece pelo apoio de seus compatriotas nos estádios.

Mas e quando a história não é bem assim?

Um grupo de torcedores austríacos criou a seguinte associação: "Uma Eurocopa-2008 livre da Áustria". Sim! É isso mesmo que você está pensando, os próprios conterrâneos não querem seu país na Euro!! A justificativa para isso é ainda melhor. Eles pedem que, "por amor ao futebol", o país deixe sua vaga para o melhor terceiro colocado dos grupos das eliminatórias.

Michael Kriess, porta-voz da iniciativa e filho de um ex-jogador da seleção austríaca, disse que a torcida quer ver grandes jogadas e futebol ofensivo. E como a Áustria está naquela faaaase, não venceu nenhum amistoso em 2007, a torcida não quer ver nenhum papelão.

O negócio é sério. Lançaram uma campanha para recolher assinaturas e entregaram uma carta com a exigência ao presidente da Federação Austríaca de Futebol, Friedrich Stickler. No site oficial(que eu ainda não achei, quem achar mande para a Banca), os torcedores falam sobre como ficam deprimidos quando assistem a uma partida da seleção, e ainda esperam obter o apoio de cem mil austríacos e um milhão de estrangeiros!!

Não sabia que o futebol austríaco estava tão feio a esse ponto! Mas acho um exagero e falta de patriotismo. Por mais horrível que seja a seleção, tem que apoiar. O amor ao País tem de ser incondicional!

segunda-feira, 15 de outubro de 2007

Eleição do Brasileirão: Melhor goleiro!

Em um Campeonato Brasileiro fraco tecnicamente, ganharam destaque os goleiros e defesas menos vazadas. Alguns arqueiros foram e continuam sendo decisivos para as suas equipes durante o Brasileirão.

Mas dentre todos, qual foi o melhor goleiro do campeonato? Os cinco goleiros mais badalados do Brasileirão estão listados. Escolha aquele que você acha que foi o melhor durante todo o torneio!

Rogério Ceni (São Paulo): Goleiro menos vazado do campeonato, Rogério Ceni não ganhou tanto destaque neste campeonato pelos gols marcados, mas sim pelos poucos tentos sofridos. Foi eleito o melhor jogador do Campeonato Brasileiro de 2006 e deve disputar o prêmio novamente neste ano.

Diego Cavalieri (Palmeiras): Substituindo o ídolo alvi-verde "São Marcos", Diego ganhou a confiança dos palmeirenses e atualmente é o titular absoluto da meta do Verdão. É um dos nomes mais comentados para a Seleção Brasileira, pela sua pouca idade e grande fase técnica.

Bruno (Flamengo): Símbolo de raça, o goleiro flamenguista destacou-se com defesas difíceis e pela agilidade embaixo da meta. A campanha apenas razoável do Flamengo pode não agradar aos torcedores rubro-negros, mas as atuações do goleiro Bruno são dignas de muitos elogios dos flamenguistas.

Felipe (Corinthians): Autor de verdadeiros milagres, o goleiro Felipe vem sendo castigado pelo fraquíssimo time do Corinthians, que ocupa as últimas posições. Mesmo assim, o arqueiro é muito elogiado pela fiel torcida e pelos adversários. A situação do Timão não é tão complicada graças ao talento de Felipe, que é cogitado para a meta da Seleção Olímpica no próximo ano.

Fábio Costa (Santos): Dono da meta santista, Fábio Costa passou por altos e baixos durante o Brasileirão, chegando a ser afastado da equipe por Vanderlei Luxemburgo. Com o tempo, reconquistou a posição e passa muita segurança para o time do Santos, que briga na parte de cima da tabela.

Quem você acha que é o melhor goleiro do Brasileirão? Vote!

quinta-feira, 11 de outubro de 2007

Brasileiros se dão mal nas partidas de ida da Sul-Americana

Os times brasileiros iniciaram mal as quartas-de-final da Copa Sul-Americana. Em casa, o São Paulo perdeu muitos gols e foi surpreendidos pelo Millonarios, da Colômbia, por 1x0. O Vasco, por sua vez, não conseguiu segurar o América-MEX, fora de casa, e saiu derrotado por 2x0. As partidas de volta acontecem daqui duas semanas.
Jogando no Morumbi, o São Paulo perdeu pela terceira vez seguida, fato que não acontecia desde 2004. No maior estilo "quem não faz, toma", o resultado não refletiu o que foi o jogo e complicou a vida do Tricolor na competição.
Após um primeiro tempo morno, o São Paulo voltou bem para o segundo tempo e teve inúmeras chances claras para marcar, mas esbarrou na má pontaria de seus jogadores. Aloísio, Júnior, Diego Tardelli e Souza desperdiçaram grandes oportunidades. Quando o empate parecia certo, o Millonarios acertou um contra-ataque e, na única vez que foi à frente, marcou o seu gol.

No México, o Vasco bem que tentou segurar o ímpeto do América, mas não conseguiu. O time carioca começou bem a partida e teve um pênalti claro, sobre Leandro Amaral, não marcado. O jogo, então, ficou violento, com entradas fortes das duas equipes.

No segundo tempo, o América abriu o placar de cabeça, com Davino. O zagueiro Júlio Santos, do Vasco, foi expulso após uma jogada perigosa, considerada como agressão pelo árbitro. Depois, em um ataque pela direita, o América fez o segundo, com López.

No jogo de volta, o São Paulo vai até a Colômbia, tendo que vencer o Millonarios por qualquer placar. 1x0 leva a decisão para os pênaltis e qualquer outra vitória dá a classificação ao Tricolor.

O Vasco receberá o América em São Januário, precisando vencer por dois ou mais gols para seguir na Copa Sul-Americana. Os jogos estão marcados para o dia 24 de outubro.

terça-feira, 9 de outubro de 2007

Futebol com dois árbitros a mais

Em dezembro deste ano o futebol terá uma novidade, especificamente no Mundial de Clubes do Japão. A Fifa decidiu que fará uma experiência, inicialmente na competição, ao colocar dois árbitros a mais em campo. Um em cada área. Exatamente! Mais dois árbitros.

A Fifa confirmou a idéia nesta terça-feira através do novo Comitê de Estratégia da entidade. Que foi também defendida pela Uefa, de Michel Platini.

A função dos árbitros ainda não está definida, mas a Fifa anunciou também o uso de sensores na linha do gol para ajudar em lances duvidosos no Mundia de Clubes.

A tecnologia já tinha sido aprovada pela International Football Association Board (Ifab) em março. O órgão, que determina as regras do futebol, aprovou uma autorização provisória do uso dos sensores.

Milan (Itália), Boca Juniors (Argentina), Pachuca (México) e Waitakere United (Nova Zelândia) são os clubes já classificados para o campeonato.

Esperamos para ver qual será a utilidade destes dois árbitros a mais em campo. Estranho é que nem mesmo a Fifa, que tomou a decisão, sabe ainda para que servirão. O uso de sensores já não é uma nova discussão. Há quem defenda a implementação de tecnologia e outros que preferem o velho e clássico futebol puro, sem mecanismos eletrônicos.

'Nova Era' começa a ser traçada hoje no Parque São Jorge


Após 14 anos de comando de Alberto Dualib, que renunciou ao cargo depois de ser acusado pela Polícia Federal de lavagem de dinheiro, o Corinthians escolherá, hoje a noite, o novo presidente do clube, que, a princípio, ficará no poder até 2009. São três os candidatos que concorrem à presidência de um dos times mais tradicionais do Brasil.
O favorito é Andréz Sanchez, da chapa Renovação e Transparência. Ele fez parte da diretoria quando o acordo com a MSI foi assinado, mas diz desconhecer as irregularidades. Quem pode tirar a vitória das mãos de Sanchez é Paulo Garcia. Ele é filho de Damião Garcia, conselheiro do clube e dono da rede de lojas Kalunga, que patrocinou o Timão durante os anos 80 e 90. Tem o apoio da direita do clube, encabeçada por Antonio Roque Citadini e Rubens Approbato.
Correndo por fora está Osmar Stábile, que até o último momento apoiava Paulo Garcia, mas decidiu lançar candidatura própria. O empresário de 53 anos já foi diretor do Departamento Social e vice-presidente de Esportes Terrestres. Stábile não apresentou proposta de governo consistente, apenas diz que quer "colocar o Corinthians entre os 50 times mais importantes do mundo".
Eles serão escolhidos pelos 394 integrantes do Conselho Deliberativo do clube, que é presidido por Carlos Senger. Ele será o responsável por proclamar o vencedor da eleição.
Qualquer que seja o eleito, uma "Nova Era" começa a ser desenhada no Corinthians. O período em que Dualib ficou no poder foi o mais glorioso, em termos de títulos, e mais trágico, em termos financeiros. Quem assumir o Timão terá uma bomba prestes a explodir precisando ser desativada.
A primeira tarefa é livrar a equipe do rebaixamento no Brasileirão. Depois, um verdadeiro milagre terá de ser feito para sanar as dívidas do clube, que atualmente beiram os R$ 100 milhões.

Se vira nos 30!

Após duas derrotas seguidas no Campeonato Brasileiro, o elenco do São Paulo sofre com a maratona de jogos na competição nacional e na Copa Sul-Americana. As temidas lesões já começaram a aparecer nos atletas tricolores.

Antes do clássico contra o Corinthians, o atacante Dagoberto foi vetado. Durante o jogo, o goleiro Rogério Ceni e o artilheiro do time, Borges, tiveram lesões musculares e desfalcarão o São Paulo nos próximos compromissos.

Outros jogadores já estão no seu limite físico, como é o caso do zagueiro Miranda e do ala Jorge Wágner. Este último, inclusive, mostra-se cansado durante os jogos, errando passes simples e caindo muito de rendimento.

Por outro lado, alguns jogadores se destacam pelo ótimo preparo físico. A dupla de volantes Richarlyson e Hernanes tem jogado todas as partidas e, aparentemente, não sente a desgastante sequência. O zagueiro Breno, com apenas 17 anos, também está bem fisicamente.

Cabeça dura...

Somadas às lesões, estão as convicções do técnico Muricy Ramalho (foto). O treinador tricolor não costuma utilizar o lateral-esquerdo Júnior, por exemplo. Quando perguntado, Muricy desconversa sobre qualquer desentendimento, mas algo de errado deve haver na relação do lateral com o treinador.

Jadílson é outro que poderia ter mais chances na equipe, facilitando o revezamento dos jogadores e descansando alguns, em determinados jogos. O suspenso Hugo, por sua vez, só pode atuar na competição sul-americana.

Outros atletas têm problemas diferentes. O atacante Diego Tardelli não demonstra vontade, portanto, entra pouco nos jogos. O volante Fernando não jogou bem nas chances que teve. O goleiro Fabiano, o lateral Jackson e o meia Sérgio Motta são muitos jovens e estão sendo preparados para o futuro.

O São Paulo deve ter cuidado nestas últimas rodadas para não perder jogadores importantes e ver as chances de perder o título brasileiro, que são remotas, aumentarem. E, de quebra, será preciso decidir: vale a pena jogar a Copa Sul-Americana pra valer?


segunda-feira, 8 de outubro de 2007

Afonso, Afonso, Afonso, Afonso, Afonso, Afonso e.. Afonso!

O ataque da selação Brasileira ainda não está definido para o começo das Eliminatórias, mas se o mais justo é colocar pra jogar quem está na melhor fase, ou seja, fazendo gols, Afonso Alves (foto) está mais do que garantido.

No final de semana, sua equipe, o Hereenveen, goleou por 9 a 0 o Heracles Almelo pelo campeonato holandês e Afonso fez 7, isso mesmo, 7 gols! De tudo quanto é forma, esquerda, direita, de falta, de cabeça, driblando, arrancando etc.

No começo da temporada, ele chegou a brigar com a diretoria do seu clube, que não permitiu que ele se transferisse para algum clube grande europeu, e ficou um bom tempo sem jogar. Mas como ficar sem jogar poderia prejudicá-lo na seleção, Afonso, que é venerado pela torcida, voltou e se a boa fase continuar, vai disputar mais um ano a Bola de Ouro.

Podem falar o que for, que ele é desconhecido do grande público, que não jogou bem no Brasil, mas uma coisa é certa, o cara sabe fazer gols.

'Ê saudade que bate no meu coração...'

Nem bem pode curtir o desemprego e ele já está de volta ao batente. Cuca, que pediu demissão do Botafogo após sofrer uma incrível virada do River Plate na Copa Sul-americana, é o novo técnico do... Botafogo? Como assim?

Isso mesmo. Depois de perder mais um jogo no Brasileirão, dessa vez para o Santos, o Fogão resolveu demitir o técnico Mário Sérgio, que só dirigiu o time em três partidas. Nove dias depois de sair, Cuca foi o escolhido da diretoria para tentar dar um ânimo para a equipe que já foi classificada por muitos, ainda este ano, como a do futebol mais bonito do Brasil.

E ele aceitou sem titubear. Estava com saudades. Para ele, estava escrito que seria assim. Vontade de Deus. Pois bem... cada louco com a sua mania.

Mas é bom trabalhar e deixar a emoção de lado. O próximo desafio do time da estrela solitária é o clássico contra o Vasco, no domingo.

domingo, 7 de outubro de 2007

Perdeu de novo, 'mano'!

Desde 22 de março de 2003 não acontecia o que aconteceu hoje no Morumbi, vitória do Corinthians sobre o rival São Paulo. Nesse tempo, foram 13 jogos de jejum e muito deboche da torcida são-paulina.

No entanto, o super líder São Paulo jogou abaixo da média e foi batido pelo ainda-na-zona-de-rebaixamento, Corinthians, gol aos 40 minutos do segundo tempo de Betão, o Eterno (foto).

O jogo não foi um primor de técnica, mas no final, a raça corinthiana foi premiada e os líderes perderam pela segunda vez consecutiva no campeonato. Mesmo assim, o São Paulo continua com uma excelente vantagem sobre o vice-líder Cruzeiro, que empatou em 0 a 0 com o Goiás, no Serra Dourada, e mais uma vez perdeu a chance de encostar. São 11 pontos de sobra para os paulistas, faltando apenas 8 rodadas para o término da competição.

No outro clássico da rodada, o Fluminense, com a volta de Thiago Neves, bateu o embalado Flamengo por 2 a 0, com gols de Somália e do filho pródigo, no jogo de maior público do campeonato mais de 61 mil pagantes no Maracanã.

O Mengão jogava com a moral de ter desbancado o líder no meio da semana, mas não foi páreo para o Flu de Renato Gaúcho, que depois do São Paulo é o time que menos perdeu no campeonato, apenas 7 derrotas. Semana que vem o tricolor carioca recebe em casa o tricolor paulista, no primeiro turno deu Flu.

Nos outros jogos do domingo, os mandantes fizeram prevalecer o fator casa e conseguiram importantes vitórias. Foi o caso do Atlético-MG, que depois de sair perdendo para o Sport, virou para 3 a 1 e se manteve fora da zona de rebaixamento. Outro que afastou o perigo da segunda divisão foi o Figueirense, que goleou o rival na briga do G-4 Paraná por 4 a 0.

Falando em segunda divisão, o América-RN, que conseguiu vencer, aliás o Paraná está a se esforçar com muito mérito esse ano para conseguir cair, depois de 15 partidas, voltou a rotina e perdeu fora de casa para o Internacional por 2 a 0, que indicava que brigaria por uma vaga na Libertadores, mas deve se contentar com uma vaga na Sul-Americana, muito pouco para o atual campeão mundial.

Quem também não deve conseguir a vaga na Libertadores após muito flertar com as primeiras posições da tabela é o Vasco da Gama, que perdeu na Arena da Baixada por 1 a 0 para o Atlético-PR. A equipe carioca estacionou nos 40 pontos e hoje ocupa a 11ª posição.

Palmeiras vence jogo de '6 pontos' e volta ao G4

O Palmeiras dominou as ações da primeira etapa e venceu sem problemas o Grêmio por 2 a 0. Com o resultado, a equipe de Parque Antártica chegou aos 50 pontos e volta a figurar no G4.

Ofensivo desde o início, o Verdão não deu chances ao tricolor gaúcho, e com gols de Caio e Rodrigão (foto), selou no primeiro tempo o resultado que lhe garantia o quarto lugar e a vitória no chamado jogo de 6 pontos.

Na segunda etapa, os paulistas sentiram um pouco o desgaste físico por causa do ritmo que impuseram no primeiro tempo e acabaram recuando. Mesmo assim, o Grêmio não ofereceu perigo ao gol de Diego Cavalieri. O destaque negativo ficou pela violência da equipe gaúcha, que concentrou pontapés principalmente no meia Valdívia, caçado em campo. O volante Gavilán chegou a dar um murro nas costas do El Mago e pode ser suspenso pelo STJD.

No finalzinho, de novo, Santos bate Bota

Mais uma vez, o Santos ganhou fora de casa com um gol nos minutos finais. A vítima dessa vez foi o Botafogo, em queda livre no Brasileirão. 2 a 1 para o time de Luxemburgo, com gols de Tabata e Renatinho, Dodô descontou para os cariocas. Na rodada passada, os paulistas haviam batido o Cruzeiro com um gols nos acréscimos. Com a segunda vitória fora de casa, o Peixe empatou em número de pontos com o vice líder Cruzeiro, 51, e só é terceiro por critérios de desempate, os mineiros têm melhor saldo.

Na próxima rodada, o alvinegro da baixada recebe na Vila Belmiro o 4º colocado Palmeiras, em mais um jogo de 6 pontos. Com o São Paulo praticamente garantido na primeira colocação, a disputa pela Libertadores promete muita emoção até a última rodada. Com Cruzeiro, Santos, Palmeiras e Grêmio lutando por 3 vagas.

Completando a rodada, o Náutico comprovou sua arrancada e goleou o fraco Juventude em casa por 4 a 1. Com dois gols de Geraldo, um de Ferreira e outro de Felipe, os pernambucanos venceram sua 6ª partida em 7 jogos e continuam em excelente fase, afastando (quase) de vez o risco de rebaixamento. Vanzini descontou para os gaúchos.

sexta-feira, 5 de outubro de 2007

'Dia do Fico' no Fluminense

No dia 9 de janeiro de 1822, Dom Pedro I foi contra as ordens da Corte Portuguesa que exigiam sua volta para Portugal e ficou no Brasil. Desde então, a data ficou conhecida como o "Dia do Fico". Hoje nas Laranjeiras, o "Dia do Fico" Tricolor.

Depois de muita confusão, especulações e um afastamento do time, Thiago Neves resolveu ceder e renovou o contrato com o Fluminense. A definição veio na noite de ontem, em uma reunião com a diretoria.

A decisão de Thiago Neves foi contra a vontade de seu empresário, Luiz Alberto, que tinha interesse em que o jogador fosse para a Europa ou para algum time paulista.

Renato Gaúcho foi decisivo para a renovação do camisa 10. Eles conversaram no final de semana, em Curitiba - quando o meia foi cortado já nos vestiários -, e Renato conseguiu convencê-lo de que ficar talvez seria melhor.

Desta forma, Palmeiras, São Paulo e Flamengo, que já sonhavam em ter o craque vestindo suas camisas em 2008, precisam pensar em outro nome para a posição. O novo contrato de Thiago Neves com Flu vai até o final de 2010.

Perdeu, ‘mermão’!

Motivado por uma festa maravilhosa de cerca de 68 mil torcedores presentes no Maracanã (recorde de público da competição), o Flamengo bateu o invencível São Paulo e derrubou uma série de 16 jogos sem derrota do clube paulista no Brasileirão.

O gol da vitória (foto) foi marcado por Ibson, depois de falha da defesa tricolor. O resultado levou os rubro-negros ao 10º lugar na tabela, com 40 pontos, o mesmo número de pontos do Vasco, que há duas rodadas ainda brigava pela vaga na Libertadores.

Na partida de ontem, o São Paulo estava apático, errava muitos passes e deixava o Flamengo jogar. Por outro lado, o Mengo estava acordado, não dava espaços para o time do Morumbi e mereceu a vitória.

Assim, o Tricolor deixou escapar a chance de abrir 15 pontos para o Cruzeiro, vice-líder, que perdeu na quarta-feira para o Santos, dentro do Mineirão.

Apesar da grande atuação do time comandado por Joel Santana, o destaque fica para a torcida rubro-negra, que deu um verdadeiro show nas arquibancadas do Maraca, embalada por seu novo canto, o “Tema da Vitória”.

Que o movimento iniciado pelas torcidas cariocas seja seguido pelas demais torcidas do Brasil e, assim, gritos de guerra das uniformizadas e cantos ofensivos e cheios de palavrões, serão extintos dos estádios.

Do outro lado da tabela...

Demorou, mas saiu! O América, saco de pancadas do Brasileirão, reencontrou a vitória ontem, depois de 15 rodadas. O jogo foi 3 a 2 e o derrotado foi o Paraná, único time que teve a façanha de perder as duas partidas para o Mecão, que só venceu quatro jogos no campeonato.

Com a derrota, o Paraná se complica e segue na zona do rebaixamento, com 34 pontos.

quinta-feira, 4 de outubro de 2007

Felipe: uma ilha de qualidade no fraco elenco do Corinthians

O Corinthians vai muito mal no Campeonato Brasileiro. Com 34 pontos em 29 jogos, o Timão amarga a antepenúltima posição na tabela.
Mas mesmo com todas as dificuldades enfrentadas pela equipe, um jogador em especial está mostrando muito valor: o ótimo goleiro Felipe.
O time corintiano já levou 40 gols na competição, mas se não fosse pelo talento do jovem arqueiro a situação estaria muito pior.
Preciso nas saídas de gol e com um reflexo impecável, Felipe conquistou a torcida do Timão e é o único jogador poupado das críticas pela péssima campanha.
Felipe está entre os melhores goleiros do Campeonato Brasileiro, ao lado de Rogério Ceni (São Paulo), Diego Cavalieri (Palmeiras) e Bruno (Flamengo).
Com potencial e idade olímpica, em breve o arqueiro deverá ter a sua chance na Seleção Brasileira. Isto é, se o técnico Dunga resolver olhar com mais carinho para os goleiros que atuam no Brasil e abrir mão de convocar o goleiro Doni.
E neste limitado time do Corinthians, Felipe é uma ilha de qualidade em um oceano de maus jogadores. Resta saber se suas defesas conseguirão evitar o rebaixamento da equipe.

quarta-feira, 3 de outubro de 2007

Coritiba é goleado e Lusa vacila no final

Ontem foi dia de rodada completa na Série B do Campeonato Brasileiro. A zebra foi a derrota do líder Coritiba para o Fortaleza, por 4 a 1, no Ceará. Essa é a terceira vitória seguida da equipe comandada pelo técnico Zetti, que, assim, saiu de perto da zona de rebaixamento e já está em 10º lugar.

A derrota no Castelão encerrou uma série de quatro vitórias consecutivas do time paranaense, que ainda se mantém em 1º do campeonato com 52 pontos.

Em Jundiaí, a Portuguesa quase conseguiu bater o Paulista. Empatou em 2 a 2 e deixou escapar a chance de se igualar ao Ipatinga na 2ª posição. Agora, a equipe rubro-verde tem 45 pontos e está em 4º.

Diogo (foto), mais uma vez, foi o nome do jogo. No bom e no mau sentido. Fez os dois gols da Lusa, mas foi expulso já nos acréscimos e desfalca a equipe para o jogo contra o Santa Cruz, sexta-feira, no Canindé.

Quem voltou a vencer foi o Criciúma, que bateu o Brasiliense por 2 a 1, jogando em casa. Assim, o time de Santa Catarina vai ao 3º lugar e volta a figurar entre os quatro que se classificam para a Série A de 2008.

Em segundo está o Ipatinga, que buscou um empate contra o Avaí, quando perdia por 2 a 0. Jogando em casa, o time do Vale do Aço chega aos 47 pontos e permanece na 2ª posição.


A 29ª rodada começa sexta-feira, às 20h30, com Gama e Criciúma, no estádio Mané Garrincha, e Portuguesa e Santa Cruz, no Canindé.

Filme 'Tropa de Elite' vira chacota para o Botafogo

O filme 'Tropa de Elite', que narra a ação do Bope no combate ao tráfico no Rio de Janeiro, ainda não estreou oficialmente nos cinemas, mas já é faz grande sucesso graças à pirataria.
Além da admiração dos espectadores, o filme já serviu como forma de provocação entre times do Rio de Janeiro. E o alvo é o Botafogo, em péssima fase após a eliminação na Copa Sul-Americana, diante do River Plate.
Logo após a inesperada derrota para os argentinos, um texto com partes do filme, substituídas por nomes de atletas e dirigentes botafoguenses, fez sucesso na internet. Veja:
"Montenegro:
- Cuca, quanto tempo pra virar o jogo?
Cuca:
- Dez minutos, sr. Montenegro.

Montenegro:
- Dez minutos? O sr. é um fanfarrão, sr. Cuca! Dez segundos para virar o jogo!

Cuca para Bebeto de Freitas:
- Bebeto, vai dar m..., eu tô sentindo isso. A torcida tá vendo a m... que a gente está fazendo. Isso não vai terminar bem!

Bebeto:
- Quer desistir sr. Cuca, você quer ir embora? Pode ir! Pode ir! Fica quem quer! Pega esses m... aí (jogadores) e pode descer! Leva eles!

Montenegro:
- Alex você dormiu na zaga? Segura essa granada.... Se você dormir, você vai se explodir, vai me explodir, e vai explodir seus companheiros. Vai dormir na zaga de novo, Alex?

- Jorge Henrique, tira essa camisa! Você não é caveira, você é muleque!

- Max, você sabe por que sua camisa é a número 1? Porque você vai ser o primeiro a vazar! Pede pra sair! (tapa na cara)

- Sr. Mário Sérgio, o sr. é o novo xerife!

Mário Sérgio:
- Eu desisto!"

A grande novidade agora é um vídeo que também faz grande sucesso. Nele, cenas do filme são veiculadas com dublagens e provocações ao Botafogo. Veja no link ao lado!

Pois é, parece que a recente má fase do time da Estrela Solitária não termina. Agora o Fogão se afastou da zona da Libertadores e pode transformar o ano, que parecia bom para o time, em uma completa tragédia.

terça-feira, 2 de outubro de 2007

Lúcio lesiona gravemente o joelho e tem carreira ameaçada

O lateral-esquerdo Lúcio, do Hertha Berlim, vive um drama na Alemanha. Na derrota contra o Shalke 04, na última sexta-feira, o ex-jogador do Palmeiras e do Grêmio se lesionou gravemente e corre o risco de ter de abandonar os gramados. Ele sofreu ruptura no menisco e rompeu dois ligamentos cruzados do joelho direito.


Ele foi operado sábado, na Áustria, pelo especialista Christian Schenk, que disse que a recuperação deve demorar de seis a nove meses. Com isso, Lúcio está fora da atual temporada européia e só deve voltar aos campos na metade do ano que vem.
No entanto, a preocupação do jogador de 28 anos é maior. Ele teme pelo seu futuro no esporte. Em entrevista ao jornal alemão "Bild", ele disse que fará tudo que estiver ao seu alcance para poder voltar a jogar.
O médico do clube, Ulrich Schleicher, é mais cauteloso. Para ele, a situação do lateral é delicadíssima, pois, não apenas os ligamentos, mas o joelho todo está comprometido. Ele pediu para os torcedores do Hertha e para todos que gostam de Lúcio rezarem por ele.
Aqui no Brasil, Lúcio viveu grande momento na conquista da Série B pelo Palmeiras, em 2003, mas caiu de produção no ano seguinte e chegou a ser perseguido pela torcida do Verdão. No começo deste ano foi emprestado ao Grêmio e voltou a apresentar um bom futebol. Foi um dos responsáveis pela boa campanha do time gaúcho na Libertadores da América, quando foi vice-campeão.

Palmeiras longe da marca da cal

Na 5ª posição do Campeonato Brasileiro, com 44 pontos ganhos e vivo na luta por uma vaga na Copa Libertadores de 2008, o Palmeiras é o "lanterna" da competição em um item curioso. O Verdão é o único time que não teve nenhum pênalti a favor.
Após 28 rodadas, o time paulista só tinha um concorrente na modalidade, o América-RN, que teve um pênalti a favor na partida contra o Goiás, duas rodadas atrás.
O técnico Caio Júnior já comenta sobre o fato há algumas rodadas. Uma das maiores reclamações do Verdão no campeonato foi justamente a não marcação de um pênalti claro, na partida contra o Cruzeiro, quando o time foi goleado por 5x0.
Outro fato interessante é que o Palmeiras iniciou o ano como um dos clubes que mais tinham pênaltis marcados a seu favor. O alvi-verde teve, em mais de uma oportunidade, duas cobranças de penalidades em uma mesma partida, no Paulistão deste ano.
Desde então, o maior sofredor de faltas do elenco, o habilidoso meia Valdívia, ficou marcado como jogador "cai-cai" e simulador de faltas. A partir daí, o Palmeiras sofreu com a falta de pênaltis a seu favor.
Nesta estatística, o time que mais teve pênaltis marcados a seu favor foi Atlético-MG, com 8. Destes, quatro foram desperdiçados. O Vasco da Gama foi quem mais aproveitou o fundamento. Teve seis faltas dentro da área, convertendo todas. O Grêmio, por sua vez, foi quem menos aproveitou as cobranças, perdendo duas e marcando apenas uma vez.

segunda-feira, 1 de outubro de 2007

Faltando 10 rodadas, Tricolor vence Inter e coloca as duas mãos na taça

Parecia que, enfim, o São Paulo fosse perder uma partida no Campeonato Brasileiro depois de 15 rodadas. Só parecia. O Tricolor perdia para o Internacional por 1 a 0, no Beira Rio, mas conseguiu a virada no segundo tempo, com gols de Edinho, contra, e Borges (foto), de cabeça.

Para completar a festa do time comandado por Muricy Ramalho, o Cruzeiro, vice-líder, perdeu para o Figueirense, por 2 a 1, em pleno Mineirão, e agora está há longínquos 12 pontos de distância do time do Morumbi.

O matemático Tristão Garcia fez as contas e, para ele, o São Paulo tem 98% de chances de ser campeão. Ou seja, só uma catástrofe tira o penta do Tricolor.

Em um campeonato fraco tecnicamente, o time mais regular vai ficar com a taça. Cruzeiro, Santos, Grêmio, Palmeiras, Vasco... Todos têm bons times, times competitivos para o futebol brasileiro. Porém, o São Paulo tem mais que isso. Tem um bom goleiro, que é um líder para o time; bons atacantes, titulares e reservas; ótimos meias; e uma defesa sensacional, que faz um campeonato impecável.

Além disso, mesmo tendo grandes jogadores para todas as posições, é muito raro ver no São Paulo – e em todos os times que Muricy dirige – jogadores que atuem em apenas uma posição. Todos, ou a grande maioria, jogam em duas ou mais. O que faz o treinador ter mais opções para escalar.

Às outras torcidas, fanatismo a parte, só resta tirar o chapéu para esse poderoso São Paulo Futebol Clube, que, com mais esse título, vai confirmar que é o time mais glorioso do país do futebol. Sem contestações.