segunda-feira, 16 de março de 2009

O terceiro raio?

Quando Robinho surgiu no Santos, em 2002, a torcida alvinegra profetizou: o raio cai, sim, duas vezes no mesmo lugar. A referência era ao nascimento de mais um craque diferenciado, de valor mundial e que faria muito sucesso. O primeiro havia sido o Rei Pelé, eterno camisa 10 da Vila Belmiro, campeão de tudo com Santos na década de 60.

Robinho, por sua vez, usou o número 7 e fez sucesso. Colocou o Santos novamente em destaque no futebol nacional e até sul-americano, deu dois títulos brasileiros e foi para a Europa. Na Vila, os santistas lamentavam a passagem de mais um "cometa", que aparecia de anos em anos no clube praiano.

Mas parece que desta vez não vai demorar 30 anos para cair um novo raio. O jovem Neymar (foto), lapidado desde sua infância pelo Santos, é a nova aposta para ser o terceiro raio na Vila. Pinta de craque não falta ao jovem, que tem apenas 17 anos , apareceu na Copa São Paulo deste ano e é dono de um corpo franzino, muito parecido com o de Robinho.

Ontem, contra o Mogi Mirim, Neymar começou sua primeira partida como profissional do Santos. Mostrou a habilidade de sempre, o toque de bola diferenciado e animou os santistas. De quebra, fez um gol e levou os torcedores presentes no Pacaembu ao delírio. Será o terceiro raio? Mais um craque surgindo nos gramados da Vila Belmiro?

A comparação com Robinho é inevitável. Tanto pelo porte físico, quanto pelo estilo de jogo. Os dribles, a visão de jogo e o atrevimento são realmente parecidos. Neymar, porém, parece ser mais completo que Robinho, quando o mesmo surgiu no Brasileirão de 2002. Ele sabe finalizar e bate até faltas.

Tem potencial para ser um craque. Aliás, tem muito potencial e não deve escapar de um futuro brilhante no futebol. Contudo, é preciso ter muito cuidado com o jovem. Não queimar etapas e, principalmente, não cobrar e nem jogar toda a responsabilidade nas costas do garoto, passam a ser os objetivos do Santos para receber o terceiro raio!

3 comentários:

Bruno Diniz disse...

O moleque tem personalidade. Desde a primeira vez que entrou, não sentiu a pressão. Ao meu ver, de tão menino que é, ainda não tem noção de tudo o que está acontecendo.

Só espero que ele não deixe esse sucesso subir à cabeça, assim como fez Robinho, e só pense em mostrar seu futebol alegre e atrevido.

Sem dúvidas, será uma estrela do futebol.

Alexandre Forato disse...

O neymar é um grande jogador e pode levar o Santos bem longe no campeonato. Mas ainda é preciso amadurecimento. Então quanto menos exposição da midia será melhor.

Debora disse...

Belo título!