terça-feira, 17 de fevereiro de 2009

Mancini terá de engolir a Fera

por Antonio Kurazumi

O Santos apresentou Vagner Mancini, um dos técnicos mais promissores em atividade no Brasil, que chega para substituir Márcio Fernandes. Comandante da boa campanha do Vitória no Brasileirão da temporada passada, o treinador tem a missão de arrumar o desentrosado time alvinegro para o restante do Campeonato Paulista, sem o tempo de treinamentos que o antecessor desfrutou para tentar organizar a casa.

Fora os problemas de campo, o técnico precisará resolver a briga declarada entre o goleiro Fábio Costa e o zagueiro Fabiano Eller, que estourou depois do revés frente ao Marília, por 1 a 0, em partida disputada na semana passada. Até o auxiliar técnico Serginho Chulapa, lembrado pela habilidade para fazer gols e pelo pavio curto, buscou apaziguar os ânimos, mas não obteve sucesso.

Em sua primeira entrevista, Mancini disse que ganhou carta-branca da diretoria alvinegra para resolver as pendências no elenco, ressaltando que não privilegiará atletas com história no clube. Um claro recado para o goleiro, remanescente da geração campeã brasileira em 2002.

Porém, suponhamos que Mancini decida afastar Fábio Costa, deixá-lo fora de seus planos. Teria respaldo da diretoria? Aposto que não. Antes de tudo, defendo a opinião daqueles que consideram a Fera um problema para o elenco, menos pelo talento, pois se trata de um goleiro de bom nível, mais pelas confusões que arruma com freqüência. Costuma brigar com torcedores – até atropelou um quando jogava no Corinthians – e não pensa duas vezes antes de discutir com os companheiros de equipe.

O problema para o novo comandante do clube praiano é que o maior defensor do arqueiro, justamente o presidente Marcelo Teixeira, renovou seu vínculo com o Santos até 2012, o que garantiu a Fábio um dos mais altos salários do elenco. Com isso, o Peixe teria que, provavelmente, pagar uma multa pesada para se desfazer do arqueiro. E se isso realmente acontecer? O inexperiente Douglas poderia substituir o tarimbado companheiro com apenas19 jogos no currículo?

6 comentários:

Obede Jr. disse...

Fábio Costa é um goleiro estranho. Extremamente temperamental, nunca foi uma maravilha no gol. Mas como cresce em decisões, fecha tudo!
Mesmo assim, não sei se vale a confusão que cria, e as saídas estapafurdias do gol.. beira o ridículo!
Problema pra Mancini, que diz ter carta branca, mas temos que ver até que página, né..

João de Andrade Neto disse...

Fábio Costa é um dos jogadores mais maldosos do futebol brasileiro. Além do mais, é temperamental, estressadinho, violento e deve ser um ótimo rachador de grupos.

Debaixo do gol, é razoável. É o goleiro das defesas impossíveis, os verdadeiros milagres. Mas toma gols fáceis e falha constantemente.

Para mim, é totalmente dispensável para o time do Santos. O Douglas pode até não dar conta, mas tem goleiros melhores por aí. E muito mais em conta!

Bruno Diniz disse...

O Fábio Costa tá com os dias contados no Santos. Ninguém mais suporta ele lá. Acho que nem com o apoio do Marcelo Teixeira ele vai garantir uma vaguinha.

Tem salário alto, não gosta de treinar, é explosivo, rachador de grupo... um prato cheio pro Mancini começar a implantar sua filosofia.

Mia Galvez disse...

Eu não entendo nada de futebol, mas precisa comentar no primeiro texto, que aliás eu li primeiro que todos vocês, exceto o dono dele, claro!
Meninos, parabéns pelo trabalho. Agora corram atrás de patrocínio e fiquem conhecidos e ricos! rsrsrsrsrs

Alexandre Akira disse...

Não preciso falar nada da pessoa do Fábio Costa. Os colegas abaixo resumiram muito bem o seu histórico.
Acredito que a primeira coisa que um time precisa ter para entrar em campo, é ter união, coisa que dificilmente o Fábio Costa traria a esse time, pelo contrário, alimentaria a desunião.
Se você paga um dos melhores salários por um jogador desses, na verdade você está jogando dinheiro fora. Poderia ser melhor aproveitado para a contratação de outro jogador numa posição mais deficiente.
Sugestão para outro goleiro? Talvez a volta do Roger. Não daria tanto trabalho e dor de cabeça. Além disso, pagaria um salário bem mais em conta, para não dizer baixo.

Toninho, parabéns pelo blog! Está muito bom!

Domiciano disse...

Excelente blog cara. Agora sobre o Fábio Costa, não precisamos comentar muito né? Aloísio, Keirrison e muitos outros atacantes quase se machucaram seriamente nas entradas absurdas desse jogador.