terça-feira, 29 de janeiro de 2008

Perseguido, Valdívia tem árdua tarefa: fugir da marcação!

O meia chileno Valdívia (foto), do Palmeiras, fez de 2007 o seu ano. Conquistou a torcida do Verdão, a admiração dos críticos e o respeito dos adversários. Foi eleito o melhor meia-direita do Brasileirão, após atuações realmente acima da média.

Habilidoso e dono de um drible fácil e rápido, o meia costuma deixar seus marcadores para trás. Mas junto com o seu destaque e com os elogios, cresce a preocupação dos adversários com o seu bom futebol.

Agora Valdívia tem que conviver com um outro cenário. Em todos os jogos, tem que enfrentar a marcação individual de um volante oponente. No último clássico contra o Santos, por exemplo, ele foi seguido de perto por Adriano durante todo o jogo, inclusive quando foi ouvir instruções do técnico Vanderlei Luxemburgo.

Junto a isso, uma nova modalidade de marcação aflige o craque chileno. O rodízio de faltas armado pelos adversários consegue parar as suas jogadas, sem que os jogadores sejam punidos com cartão amarelo. A cada momento, um atleta diferente faz a falta, impedindo que o árbitro veja uma seqüência de faltas do mesmo marcador.

Valdívia passou, então, a reclamar com os árbitros, pedir rigor aos juizes. Mas ao invés de diminuir a violência, a ação surtiu efeito contrário. Os árbitros costumam não tolerar as reclamações do chileno e, inclusive, puní-lo com cartão amarelo freqüentemente.

Com isso, o camisa 10 mais criativo do futebol brasileiro, mesmo sendo estrangeiro, sofre para adaptar-se a sua nova realidade. E como superar as retrancas e fortes marcações em cima do seu craque? O desafio está com o técnico Luxemburgo.

Na teoria, 'El Mago' servirá para abrir espaços para os demais jogadores do Palmeiras, como o recém-contratado Diego Souza. Desta forma, a defesa do oponente estará mais vulnerável e mais fácil de ser superada.

Infelizmente não há mais espaço para jogadores criativos e com grande capacidade técnica. A marcação é o ponto de partida da maioria dos treinadores do futebol, tanto brasileiro quanto internacional.

Quem sofre são os craques. E, com certeza, os torcedores!

9 comentários:

Bruno Diniz disse...

Acho que isso que está acontecendo com o Valdívia é, em grande parte, culpa da imprensa.

Não é de hoje que ele sofre essa perseguição dos zagueiros. Só que agora tem o adicional "perseguição da arbitragem".

Ele sempre apanhou e ninguém falava nada, só falavam que é catimbeiro e que provocava os adversários. O que tb não deixa de ser verdade.

Obede Jr. disse...

Isso tem nome e se chama xenofobia!! Aconteceu com o Tevez e acontece com o Valda..

A imprensa tem muita culpa sim. O Arnaldo César Coelho falou certa vez que o Valdívia é um cai-cai. Pronto, a fama tava feita. Muitos outros jornalistas, anti-Palmeiras ou não, tendem a diminuir o futebol do Mago e falar que ele é milongueiro e 'bad boy'.

Os árbitros então querem mostrar que 'pra cima deles, não' e cometem absurdos. Como o que foi feito em Marília, qdo LEANDRO fazia cera para bater o escanteio e o VALDÍVIA ganhou o cartão amarelo!!

No entanto, ele precisa mesmo de ajuda, mas ajuda em campo, pq ele apanha mto e eh mto marcado. Quando entrar Diego Souza e Lenny a coisa tende a melhorar. E tomara que só marquem o Valdívia, pq aí terá mais espaços pra esses dois. E quem quiser vencer o Palmeiras terá de ter 3 ou 4 excelentes marcadores. Que clube no País tem?

Não é só pq sou palmeirense, mas é um absurdo mesmo oq estão fazendo com ele. Um cara que joga muito, tem habilidade, não é mascarado e dá graça ao futebol, cada vez mais físico e violento!

Abraz!

João de Andrade Neto disse...

De santo o Valdívia não tem nada. E é isso que parece com o que o Obede disse...

Ele apanha mto mesmo, acho que os árbitros deveriam ser mto mais rigorosos e punir as faltas nele.

Mas não podemos esquecer que ele cava outras milhares de situações, como foi no pênalti contra o Mirassol, onde não foi absolutamente nada. Aí, na dúvida e com a péssima arbitragem, ele sai prejudicado!

Fora isso, não sabemos como é o comportamento dele dentro de campo. Se provoca os adversário, fica falando alguma coisa... mas todos sempre falam mto mal dele, que ele menospreza o marcador e tal.

Tudo bem, não é motivo que justifique... mas pelo menos explicaria a tal perseguição que ele sofre.

E só pra deixar claro. Acho que os marcadores desleais deveriam ser expulsos, pegar ganchos e servirem de exemplo!

O talento dele é enorme e considero ele um craque no futebol brasileiro atual... mas ele tem que ser ajudado por todo mundo... mas principalmente tem que se ajudar!

Jean Minganti disse...

Concordo com toda violência sob o Valdívia. Falta de técnica dos marcadores que só conseguem para com falta. Para isso os árbitros têm que ser mais rigorosos.

E é fato que o Valdívia tbm fala suas besteiras em campo e dá suas "cotoveladas". Mas quem não faz? A maioria nem imagina o que se passa dentro de campo. Ameaça é a coisa comum nas partidas.
O Valdívia como qualquer outro jogador pouco mais habilidoso deve ouvir em toda partida, toda: "se você vier com graça eu te dou porrada"..e outras do tipo.

E é ai que tbm concordo com quem acha que ele é cai-cai. O Valdivia tem que aprender (e espero que o Vanderlei faça isso) que ele é muito melhor do que esses marcadores. Se ele insistir na jogada, ele será muito mais eficiente. Mas ele sempre prefere a falta.

O Tevez é exemplo disso. Sofre 200 faltas antes de chegar ao gol. Mas se for possível ficar em pé, ele vai continuar e as chances de ele fazer o gol aumentam a cada marcador que ele passa.

O Valdivia está acima da média, mas ainda tem o que melhorar.

João de Andrade Neto disse...

Boa, Jean... isso que eu ia falar.

Essa comparação com o Tevez é ideal. O Tevez não tem nem metade da técnica do Valdívia... a diferença de habilidade é grande, mas o Tevez fez e continua fazendo mto mais sucesso que o Valdívia.

Isso pq ele é brigador, aprendeu a brigar com o zagueiro e se dar bem. Ele tromba, tromba e não cai... acaba ganhando a jogada e, consequentemente, tendo mais chances de gol. O Valdívia cai em qlq lance, por isso não aparece em lances de gol, ou pelo menos não tanto qto ele deveria.

Talvez por isso o Tevez tenha dado certo até no futebol inglês, que é um dos mais brigados do mundo.

O Valdívia precisa melhorar um pouco, não tecnicamente, para um dia fazer sucesso no futebol europeu.

Obede Jr. disse...

João, em primeiro lugar, Santo no Palmeiras só o gloriosíssimo São Marcos!

E eu acho a comparação com o Tevez, que eu mesmo fiz, válida, mas não precisa.. Uma vez que ambos jogam em posições diferentes.. Valda é meia e Tevez é atacante, Valda é técnico e Tevez é velocista e aí mora a diferença..

O Tevez apesar de apanhar tbm, tem mais facilidade para fugir das faltas, uma vez que ele é mais rápido.. O Valdívia, de rápido, só tem o pensamento, o que pra ele é suficiente, uma vez que ele faz a ligação e cria as jogadas..

E afirmo que o Valdívia apanhou mto mais que o Tevez qdo jogava aqui.. os dois se assemelham na perseguição da arbitragem.. mas só.. Mas o Valda não apanha pq eh melhor, é por causa de suas característas de pensar mais o jogo e até de receber mais a bola..

Quanto a provocar.. mtos falam que ele dá risada durante a partida.. mas isso é mais que normal, ele gosta de jogar bola e se sente feliz.. agora qto a palavras, não acho que ele saia 'tirando' os adversários.. ele deve, no máximo, responder as ofensas que lhe dizem..

João de Andrade Neto disse...

Eu acho que a comparação independe da posição dos jogadores. O Tevez apanhou mto, mas nunca reclamou.

O Maradona uma vez disse que nunca ficava caído após uma falta, pq esse era o único jeito do marcador se sentir vencedor de um duelo com ele. Então, ele sempre ganhava na técnica e qdo sofria falta, minimizava o fato, para o marcador não ganhar confiança.

Acho que falta isso pro Valdivia... vontade de seguir no lance. Ele gosta de sofrer falta. E ele deve mudar isso, senão vai se tornar um Ortega da vida...

Mas volto a deixar claro: acho que ele é perseguido e apanha demais, e que os árbitros deveriam agir com mto mais rigor com seus marcadores...

Mas ele tbm pode ajudar a melhorar a situação! Quem vai ganhar é ele mesmo...

Bruno Diniz disse...

Eu acho que ele deve ser bem folgado dentro de campo. Mas quem disse que isso tá errado? Essa é a graça do futebol.

Eu mesmo sou um perito em provocar adversários. É a coisa mais legal do jogo!!! hahahahaha

Mas, voltando, isso não tem nada a ver. Sempre existiu no futebol. Os juizes tem q coibir a violência e não a criatividade. Mas eles não parecem estar a fim disso. A Xenofobia, como disse o Obede, fala mais alto.

leandro disse...

Ontem ele mais uma vez se atirou na area pra cava um penalte, mas felizmente o juiz percebeu e DESSA VEZ o vaildivia cai cai nao foi beneficia (MILAGRE!!!)