domingo, 27 de janeiro de 2008

São Paulo e Corinthians não saem do 0x0

São Paulo e Corinthians ficaram no 0x0 no clássico deste domingo, no Morumbi. O jogo foi fraco tecnicamente e só chamou atenção pelos lances polêmicos, muito reclamados pelo Tricolor.

O clássico foi o primeiro encontro do Timão com um de seus grandes rivais após o rebaixamento no Brasileirão de 2007. As brincadeiras são-paulinas eram inevitáveis e aconteceram durante todo o confronto. A Fiel torcida, por sua vez, esteve presente em grande número e não parou de apoiar o time.

Dentro de campo, as duas equipes pouco criaram e não fizeram por merecer a vitória. O Corinthians começou bem, perdendo boa chance com Finazzi. O São Paulo equilibrou as ações, mas não conseguiu abrir o placar. A marcação corintiana era implacável, impedindo as jogadas do adversário, principalmente do Imperador Adriano.

No segundo tempo, a igualdade entre os times permaneceu. O técnico do Corinthians, Mano Menezes, fez as suas três substituições e colocou sangue novo na equipe, com Lulinha, Bóvio e Coelho.

No Tricolor, Muricy demorou, mas colocou o meia Carlos Alberto no meio do segundo tempo. O time melhorou e partiu para cima do rival. E aí começaram as polêmicas da partida.

Após um levantamento na área, a bola sobrou para o são-paulino Dagoberto, que foi calçado por trás pelo zagueiro Chicão. O árbitro, Sálvio Spínola, mandou o jogo seguir, gerando reclamação por parte dos atletas do São Paulo.

Aos 41 minutos, o lance mais discutido da partida. Hernanes cruzou na área e Adriano, de cabeça, marcou o gol que daria a vitória ao Tricolor. O juiz, no entanto, considerou falta do Imperador no zagueiro William e anulou o gol, para desespero do time são-paulino.

Ao final do jogo, Rogério Ceni foi reclamar com a arbitragem. No vestiário, o gerente de futebol do clube, Marco Aurélio Cunha, disse que o São Paulo vai tentar vetar Sálvio Spínola dos jogos do time do Morumbi. Segundo o dirigente, o árbitro erra sequencialmente contra o Tricolor.

No lado corintiano, o técnico Mano Menezes gostou do rendimento e da entrega dos jogadores, mas também achou motivos para reclamar da arbitragem. O comandante alvinegro cobrou a expulsão de Richarlyson e Joílson.

O empate em nada deve atrapalhar as equipes no Paulistão. Ambos tendem a lutar por uma vaga nas semi-finais. Mas devem abrir os olhos e melhorar seu rendimento dentro de campo. Porque se depender do futebol apresentado neste domingo, será uma temporada difícil para corintianos e são-paulinos.

6 comentários:

leandro disse...

O jogo foi bem feio, o Mano colocou o time para marcar e arrancar um empate e conseguiu. No meu ponto de vista ele deu um banho tatico no Murici, pois ele anulou todos os jogadores do sp ... o Imperador da cachaça nao fez nada e nem os outros joadores...Apenas o bixarlyson jogou bem ...

Axo que o sp ainda teve sorte pq o pessimo ataque do corinthians composto pela acosta sonolento e o finazzi ridiculo nao souberam aproveitar as varias falias do golerio rogerio nao sabe sai do gol ceni.

Obede Jr. disse...

jogo feio mesmo.. assim como santos e palmeiras.. no entanto, acho que defensivamente o corinthians foi melhor, ou foi o sp que foi ofensivamente inativo?

bom.. adriano não fez mta coisa, e finazzi e lulinha perderam gols feitos que podiam ter mudado a história da partida..

o SP teve 2 pênaltis à favor que não foram marcados.. o gol anulado, eu tbm anularia, pq teve a carga do adriano sim, e não importa se ninguém marca isso, pq é falta sim..

agora, o Marco Aurélio reclamar que o Sálvio sempre prejudica o SP é brincadeira.. pq ele SEMPRE apita Palmeiras e SP.. e eu sei bem o lado que ele ajuda..

Abraaz!

João de Andrade Neto disse...

Os dois times não jogaram nada. O SP mudou totalmente seu estilo de jogo por causa do Adriano (isso merece um post que farei em breve... hahaha).

O Corinthians quis empatar e conseguiu! Méritos pro Mano Menezes, que conseguiu jogar de igual para igual com o SP, mesmo com a diferença de qualidade dos elencos.

Eu acho que foi pênalti no Dagoberto e não achei falta do Adriano. O 'problema' foi que ele veio de trás e o William tava parado... aí com certeza ele sobe mto mais e vem no embalo... mas ele não fez falta, foi um 'encontrão' normal.

Acho, sim, que o SP tem que reclamar, mas tem que jogar um pouquinho mais de futebol, pq com o time que tem, deve jogar mto mais do que tem apresentado nessas primeiras partidas.

Bruno Diniz disse...

Não quero comentar sobre o pênalti e o gol anulado, pq acho que o juizão errou.

Só gostaria de ressaltar a brilhante partida do excelente Rogério tenho-50-anos-e-não-aprendi-a-sair-do-gol-ainda Ceni.

Já são dois jogos seguidos que o bonzão falha. Entregou contra o Ituano e teria entregado contra o Corinthians se não fosse o bizarro ataque do time da Marginal sem número.

O que acontece com a maior invenção da imprensa dos últimos anos?

João de Andrade Neto disse...

Invenção da imprensa?

Só não vou levar a sério porque vc gosta de causar polêmicas à lá Chico Lang! hahahaha

Mas todo começo de temporada é assim, ele já tá com uma certa idade, demora para readquirir o ritmo de jogo.

Se até março, abril, ele não estiver bem, aí é motivo para se preocupar!

Quem sabe ele não vire reserva tbm, assim como o glorioso Marcos! Tudo pode acontecer...

Bruno Diniz disse...

O Marcos é campeão do mundo (como titular, é claro!). Nem precisa mais jogar.

É se sempre será ídolo por isso. E nem precisou chutar faltas e pênaltis e nem se preocupar pra quebrar recordes e recordes.

Os anos em que jogo bastaram pra se concretizar como um dos melhores goleiros das últimas décadas.

E mais, não tem desvios de caráter. Recusou proposta européia pra ficar no Brasil. Ao contrário de um outro aí, que falsificou uma proposta do Arsenal pra conseguir um substancial aumento de salário.