quinta-feira, 30 de agosto de 2007

'Defesa que ninguém passa' dá vitória ao São Paulo

O São Paulo sofreu, mas venceu o Palmeiras por 1x0, ontem, no Palestra Itália. Com o resultado, o Tricolor abriu vantagem na liderança do Brasileirão, chegando aos 47 pontos, 8 a mais que o vice-líder Cruzeiro.

Apoiado por sua torcida, o Palmeiras começou o clássico pressionando o São Paulo, comandado pelo meia Valdívia, que estava inspirado. Em jogadas individuais, o chileno ditava o ritmo alviverde. Com o passar do tempo, o São Paulo equilibrou o jogo e contou com uma contusão do meia, que teve que ser substituído.

O gol Tricolor saiu no final do primeiro tempo. Jorge Wágner tabelou com Aloísio e tocou por cima do goleiro Diego Cavalieri, marcando um belo gol. Na volta do segundo tempo, o Palmeiras tentou pressionar, mas sem sucesso.

Quando finalmente conseguiu marcar, o gol foi anulado. O atacante Max completou de cabeça, mas voltava da posição de impedimento, segundo o bandeirinha (e o comentarista de arbitragem Arnaldo Cézar Coelho). O gol anulado gerou polêmica, mas nada foi capaz de atravessar a defesa são-paulino. No clássico de ontem, o hino do Palmeiras, com seu famoso trecho: "Defesa que ninguém passa", definitivamente parecia ter sido composto para o eficiente sistema defensivo tricolor.

Botafogo e Flamengo, mais uma vez, empataram no clássico carioca. O placar de 1x1 representa o quinto empate entre as equipes no ano. Juan abriu o placar para o rubro-negro e Jorge Henrique empatou para o Fogão.

Já no Mineirão, o Corinthians voltou a ser derrotado, desta vez para o Atlético-MG. A goleada por 5x2 tem gosto ainda pior para a Fiel, por ver o time corintiano perder para o desafeto Émerson Leão, treinador do Galo.

O Cruzeiro deixou escapar a vitória contra o Paraná, fora de casa, apenas empatou por 2x2 e viu a diferença para o São Paulo subir ainda mais. O Fluminense, por sua vez, goleou o Internacional fora de casa pelo placar de 4x1, com destaque para o golaço de Alex Dias, que completou cruzamento da direita com um belo gol de letra, fechando a vitória do tricolor carioca.

Completando a rodada, o Sport bateu o Grêmio na Ilha do Retiro por 2x0. O Juventude respirou um pouco mais com a vitória sobre o Goiás, também por 2x0, em Caxias do Sul. O Figueirense fez 3x1 no virtualmente rebaixado América-RN e se reencontrou com a vitória.

Hoje mais dois jogos completam a rodada. O Vasco recebe o Náutico buscando voltar ao G4. Já o Santos recebe o Atlético-PR, também tentando encostar nos líderes da competição.

9 comentários:

Obede Jr. disse...

O maior responsável pela derrota foi o Caio Jr., que foi medroso. Ficou preocupado em não tomar gol e escalou o time com 3 zagueiros. Sendo que a boa sequência do Palmeiras só surgiu quando ele passou a usar 2 zagueiros.
Jogar sem atacantes contra a melhor defesa do Brasil é não querer fazer gols, né?
Faltou experiência de futebol paulista pro Caio, agora é levantar a cabeça e seguir em busca da Libertadores, de preferência no segundo lugar, que dá a classificação direta nos grupos!
Abraço!

Leandro disse...

Defesa que ninguem? e quando alguem passa o banderinha da uma ajuda ne... apito amigo ontem!!!

Botafogo pela 5º vez esse ano jogo melhor contra o flamengo e nao conseguiu vencer, sai zica!!!

Cruzeiro ramelo e deixo o sp disparar ainda mais na liderança

João de Andrade disse...

Eu achei que o lance foi muito difícil. Por isso, não pode ser responsabilizado pelo erro... e, com a imagem que vi na televisão, eu daria o impedimento.
Enfim, a única vantagem que o SP teve foi o Valdívia se machucar... porque com ele em campo poderia er sido diferente!

Bruno Diniz disse...

O Palmeiras definitivamente não tem nem nunca teve time nem pra sonhar com o título. Depende muito do Valdívia e, quando ele saiu, acabou o time.
Ao contrário do comentário do Obede, que sempre corneta o Caio Jr. nas derrotas, o Palmeiras jogou muito bem o primeiro tempo com três zagueiros e o gol tricolor saiu no detalhe.
No segundo tempo, com 2 zagueiros, 3 atacantes e um meia, o Palmeiras não levou perigo ao gol do Rogério.
Apesar do comentário infeliz do Arnaldo, o jogador do Palmeiras estava legal no lance: 26cm.

Obede Jr. disse...

Ao contrário do que diz o Sr. Bruno Diniz, eu não corneto o Caio Jr. nas derrotas, apenas quando ele é o culpado, o que nem vinha sendo o caso. Mas ontem foi, escalou mal SIM o time, porque ao contrário do que o Sr. Diniz diz, o Palmeiras não jogou bem o primeiro tempo, apenas seu começo, quando a única jogada que poderíamos ter foi encaixada, e logo descoberta. Palmeiras chamou o SP pro jogo e pra melhor defesa do campeonato, ficar sem ninguém perturbando é uma maravilha. No segundo tempo, com a cagada já feita, não tinha como reagir, ainda mais sem Valdívia, mesmo assim fez um gol, que foi injustamente anulado.
Se o Palmeiras tem time ou não pra título, não vem ao caso. Mas tem time sim para ganhar do SP, se soubesse jogar do jeito certo, coisa que não soube, para alegria do Sr. Diniz. Amante do Jardim Leonor!

João de Andrade disse...

Como diria o "sábio" Avalloni, uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa!
O Palmeiras não tem time pra ser campeão, mas deve chegar na Libertadores.
Não acho que a postura do Caio Jr. tenha sido fundamental na derrota. Acho, sim, que a saída do Valdívia acabou com qlq plano de vitória. Sem exagero, ele é 70% da criatividade daquele time. Depois, os jogadores se perderam...
O Caio Jr. me lembra mto o Cuca qdo veio para o SP. Fez um ótimo trabalho, mas estava totalmente "verde" para um grande clube...

Obede Jr. disse...

Com certeza o Palmeiras depende muito do Valdívia, Sr. João de Andrade. Mas ele jogando sozinho fica mais visado, e leva mais faltas e corre mais risco de se contundir, coisa que aconteceu.
Faltou um cara na área infernizando a zaga tricolor, alguém que desviasse em parte o foco que a zaga colocava em Valdívia e Edmundo. Quando o medo de perder é maior que a vontade de ganhar, só pode dar nisso!
Com relação a time pra ser campeão, isso pra mim se faz nas partidas, se tivesse ganho ontem, muita gente diria que o Palmeiras tem time pra ser campeão. Quem faz um grupo campeão são os próprios jogadores, que jogando bem e certo, fazem boas campanhas e brigam por títulos!

Bruno Diniz disse...

Hahahahahah... eis a questão: quem seria esse cara pra "infernizar" a defesa dentro da área? As opções: Luis Henrique (o mesmo que perdeu aquele gol incrível no domingo), o brilhante pirulão Luís, Max (o matador) ou Rodrigão (o camisa 9 q faltava?
O Valdívia é 80% do time. Sem ele o Palmeiras briga por sul-americana.
Se tivesse ganhado ontem diriam isso, mas não ganhou, pois não tem time pra isso.
Se achar que tem é só comparar posiçào por posiçào. depois compara o banco.

Felipe Romano disse...

Este classico apesar d um gol apenas foi muito movimentado. Apesar de eu achar que mais uma vez a corda sempre quebra do lado mais fraco, palmeiras pressiona não faz gol, não graças ao Rogério e sim ao sistema defensivo e ao grande "oportunista" makelele. Com valdivia se movimentando bem essaseria a esperança do palmeiras,masinfelizmente após uma tabela genial o palmeiras fica cm o resultado adverso e no apagar das luzes no 1o tempo valdivia sai machucado, com opções como max ou luis hhennrique era pouco provavel que o palmeiras chegasse ao empate. Chegou mas graçasa mais uma palhaçada da arbitragem pró SP o palmeitas deixou de levar 1 ou até quem sabe 3 pontos, como eu sempre digo, a corda sempre quebra do lado mais fraco, e na 4a feira foi do lado do Palmeiras