quarta-feira, 5 de setembro de 2007

Absolvido, São Paulo não perde mando de campo

O São Paulo não vai perder nenhum mando de campo pela invasão de um torcedor no empate em 0 a 0 contra o Goiás, dia 19 de agosto, no estádio Serra Dourada.

A decisão dos relatores do STJD foi unânime e o julgamento foi rápido. Naquela partida, o árbitro mineiro Cléver Assunção Gonçalves relatou a invasão na súmula, apesar de nenhuma televisão ter feito imagens do torcedor.

Essa é segunda vitória do tricolor paulista nos tribunais. O técnico Muricy Ramalho(foto) já havia sido denúnciado por questionar a decisão do STJD no caso de doping do atacante Dodô, do Botafogo. No julgamento, o treinador foi absolvido.

3 comentários:

João de Andrade disse...

Só faltava tbm o São Paulo ser punido por isso. Seria a abertura de um precedente absurdo! Pq?
Pq seria a coisa mais fácil do mundo "forjar" um torcedor para invadir o campo e, assim, haveria uma punição.
Por exemplo, em um jogo entre Vasco e Internacional, em São Januário. Um concorrente direto do Vasco "coloca" um torcedor para invadir o campo. E o Vasco ainda leva a punição.
Acho que o invasor deve ser punido, não o clube. Mas como no Brasil vale tudo, então vai continuar havendo invasão. E nada vai acontecer, a não ser um ou outro jogo de ganhco para os clubes!
Abraços...

João de Andrade disse...

Fora que o responsável pela segurança do jogo deve ser o clube mandante. Ou seja, se no campo do Goiás, houve invasão de um torcedor do São Paulo, é pq o Serra Dourada não tem segurança.

Leandro disse...

Seria sacanagem punir por isso ... tem que punir pela catarrada do hugo e a cotovela do outro cara la ...